Tags

, , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

de niro

Quem acompanha a carreira de Robert De Niro nos últimos 15 anos deve duvidar que aquele ator caricato, que insiste em escolher filmes de qualidade duvidosa para trabalhar, já foi um dos grandes intérpretes da história do Cinema. Mas basta olhar para os anos 70, 80 e início dos 90 para constatar o talento inegável daquele artista.

A trajetória de De Niro começou ligada ao diretor Brian De Palma, com o qual realizou três filmes entre 1968 e 1970 (Saudações, Festa de Casamento e Oi, Mãe!). Foi outro diretor da Nova Hollywood, porém, que estabeleceu uma longa e produtiva parceria com o ator: Martin Scorsese.

Também de origem italiana, Scorsese estava, no início dos anos 70, no mesmo estágio profissional de De Niro, ainda buscando se consolidar na indústria cinematográfica. Depois de um filme promissor realizado ainda na faculdade (Quem Bate à Minha Porta?) e de um projeto comercial produzido pelo lendário Roger Corman (Sexy e Marginal), ele teve em Caminhos Perigosos seu primeiro grande momento como diretor – e o sucesso do filme se deveu, também, à atuação inspirada de um certo Robert De Niro.

Como Johnny Boy, um rapaz revoltado, agressivo e desprovido de qualquer senso de sociabilidade, o ator se destacou mais que Harvey Keitel, que protagonizava a trama no papel de Charlie. Essa atuação foi fundamental para que De Niro fosse chamado por Francis Ford Coppola para interpretar Vito Corleone em O Poderoso Chefão – Parte II, e também foi decisiva para que os produtores Julia e Michael Philips o escolhessem para o papel de Travis Bickle em Taxi Driver, que também seria dirigido por Martin Scorsese.

Esses dois filmes comprovaram o talento de De Niro, que daí em diante engatou uma série de outros trabalhos inspirados. Foi dirigido por Sergio Leone, Elia Kazan, Michael Cimino, Terry Gilliam e Brian De Palma, entre outros, e continuou a trabalhar com Scorsese em várias outras produções, sendo a última delas Cassino, em 1995.

Listo a seguir aquelas que, na minha opinião, são as dez melhores atuações de De Niro.

10 – Max Cady, em Cabo do Medo, de Martin Scorsese

Cape-Fear

9 – Sam “Ace” Rothstein, em Cassino, de Martin Scorsese

casino

 

8 – Al Capone, em Os Intocáveis, de Brian De Palma

capone

 

7 – Rupert Pupkin, em O Rei da Comédia, de Martin Scorsese

pupkin

 

6 – David “Noodles” Aaronson, em Era Uma Vez na América, de Sergio Leone

noodles

 

5 – Johnny Boy, em Caminhos Perigosos, de Martin Scorsese

johnny

 

4 – Michael, em O Franco Atirador, de Michael Cimino

thedeerhunter

 

3 – Vito Corleone, em O Poderoso Chefão – Parte II, de Francis Ford Coppola

vito-corleone

 

2 – Travis Bickle, em Taxi Driver, de Martin Scorsese

Taxi-Driver

 

1 – Jake La Motta, em Touro Indomável, de Martin Scorsese

raging bull

Anúncios